PUBLICIDADE

Com apoio de Itaipu, Foz do Iguaçu ganha quinta Unidade de Valorização de Recicláveis

UVR Graciela Mara Barbosa Oliveira foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (14) com a presença de autoridades.

 

A quinta Unidade de Valorização de Recicláveis de Foz do Iguaçu foi inaugurada na manhã desta segunda-feira (14), no Bairro Vila Portes. A UVR Graciela Mara Barbosa Oliveira vai reunir o material reciclável de toda a região central da cidade. O valor total de R$ 1.438.129,91 foi investido nas obras civis, maquinário e o caminhão, em uma parceria entre Itaipu Binacional, Prefeitura de Foz do Iguaçu e Governo do Estado do Paraná.

Participaram da cerimônia o prefeito Chico Brasileiro; o assistente da Diretoria Geral Luiz Carlos Faria Vieira, representando o diretor-geral brasileiro de Itaipu, almirante Anatalicio Risden Junior; secretários municipais e outras autoridades. A cerimônia foi acompanhada por cerca de 60 alunos do 2º e do 3º ano do curso Técnico Ambiental do Instituto Federal do Paraná. O curso tem na grade de ensino as disciplinas de Gestão de Resíduos e de Saneamento.

Para o prefeito Chico Brasileiro, é fundamental a parceria com a Itaipu Binacional, que investiu na construção do barracão da UVR e na compra dos equipamentos, e com o Governo do Paraná, que forneceu o caminhão adaptado para coleta seletiva. No total, Foz do Iguaçu terá oito UVRs – faltam ser inauguradas as unidades de Campos do Iguaçu, Porto Belo e Vila C –, com um investimento total da ordem de R$ 18 milhões.

“Mais importante do que agradecer as parceiras é valorizar a contribuição do trabalho dos catadores à toda sociedade”, disse Brasileiro. “O trabalho feito por vocês não significa apenas o pão de cada dia, mas tem uma importância enorme para o meio ambiente.” Falando pela Itaipu, o almirante Vieira concordou: “É um trabalho silencioso, mas muito importante para nosso País”.

A UVR já está em funcionamento desde dezembro do ano passado, reunindo 20 catadores da região da Vila Portes. O trabalho é organizado pela cooperativa América, uma das quatro novas cooperativas que cuidam da coleta seletiva em Foz do Iguaçu. Desde 2018, a cidade promove, por meio do Programa de Gestão Integrada de Recicláveis, a coleta de material reciclável de casa em casa e entrega às UVRs para triagem, separação e fardamento. De lá para cá, foram recicladas 5.895 toneladas de material reciclável em Foz.

Com a inauguração da unidade, são 63 UVRs construídas com investimentos da Itaipu Binacional, em 52 municípios da região. Elas são operadas por 31 cooperativas ou associações, empregando 1.060 pessoas com uma renda média de R$ 2.054,00. Também foi feita a capacitação em gestão de resíduos para mais de mil pessoas. Em 2021 foram recicladas 22.249,22 toneladas de materiais recicláveis.

Homenagem à Graciela

A nova UVR recebe o nome de Graciela Mara Barbosa Oliveira, que desde a infância trabalhava como catadora de materiais recicláveis junto com a mãe Sandra Mara Barbosa. Graciela faleceu em abril de 2020, vítima do câncer, e a mãe, Sandra, que trabalha como catadora na UVR do Porto Belo, acompanhou a homenagem.

“Estou emocionada por estar aqui neste barracão que leva o nome da minha filha”, disse Sandra. “Que seja abençoado este barracão e cada um de vocês, catadores. Durante minha vida toda fui catadora e tenho muito orgulho de trabalhar com isso.” No final da cerimônia, Sandra recebeu flores e uma placa em homenagem à filha. Ela também plantou uma árvore na frente da UVR.

Créditos: Sara Cheida/Itaipu Binacional.

Facebook
Google+
Twitter