PUBLICIDADE

Concertos trazem mistura de gêneros musicais da cantautoria uruguaia

Misturas de gêneros musicais e de maneiras de tocar um instrumento a partir do repertório de cantautores uruguaios estruturam o show “¡Arriba la mezcla!” da cantora e docente do curso de Música da UNILA Analía Cherñavsky, que será transmitido em duas partes nesta quarta (27) e quinta-feira (28), às 20h, no canal da UNILA no YouTube (https://bit.ly/unila-yt). Também participam dos recitais os músicos Orlando Martínez, María Betania Hernández, Elvir Barreto e Lucas Casacio.

O projeto “¡Arriba la mezcla: Recitales didácticos sobre la cantautoría en el Uruguay y otras cositas más” traz algumas canções presentes no álbum “Movimiento”, lançado recentemente por Analía e disponível em todas as plataformas musicais. Tanto o show como o álbum são resultado de sua experiência de pós-doutorado, realizado no Uruguai, no ano passado. “Ambos os projetos, o disco e os recitais didáticos, partem da produção de cantautoras e cantautores uruguaios e apostam na beleza da mistura de diferentes tradições musicais e de diferentes formas de tocar e de cantar, incluindo, especialmente, as sonoridades do Uruguai, do Brasil, do Paraguai e da Venezuela”, comenta a docente.

A tradição da cantautoria é característica de vários países latino-americanos. No repertório estão canções como “No hay drama nena” (Gustavo Pena. El Príncipe), “Solos y Juntos” (Alfredo Zitarrosa), “Sumale” (Rubén Olivera) e “Brindis por Pierrot” (Jaime Roos). “A releitura desses cantautores uruguaios passou pela percepção de que misturar, acrescentar influências enriquecia de alguma maneira a interpretação. Então, todas essas influências foram bem-vindas e aproveitadas”, completa.

O show é apoiado por Ibermúsicas, um programa de cooperação internacional multilateral dedicado exclusivamente às artes musicais com o objetivo de promover e divulgar a diversidade musical ibero-americana.

Créditos: UNILA.

Facebook
Google+
Twitter