Covid-19: Itaipu repassa R$ 2 milhões em equipamentos e insumos para municípios do Oeste do Paraná

Investimento faz parte das ações da Itaipu para auxiliar no combate ao coronavírus.

A Itaipu Binacional, por meio do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), vai repassar testes rápidos para identificação de pacientes com coronavírus e equipamentos como monitores cardíacos e macas, além de insumos e equipamentos de proteção individual (EPIs), para 53 municípios integrantes da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná).

O investimento é superior a R$ 2 milhões e será distribuído per capita, cabendo às Secretarias Municipais de Saúde a logística de retirada dos materiais e encaminhamento às respectivas unidades de atendimento ao público.

O único município integrante da associação que não será beneficiado é Foz do Iguaçu, que já foi contemplado anteriormente. A relação dos municípios foi repassada ao superintendente do HMCC, Fernando Cossa, na manhã desta quinta-feira (10), pelo presidente da Amop, Rineu Menocin. A entrega deverá se iniciar em breve.

Segundo Fernando Cossa, “É uma satisfação para o Hospital Ministro Costa Cavalcanti e também à Itaipu Binacional poder contribuir com importantes ações de saúde dos municípios e no enfrentamento da pandemia”.

“Os municípios associados à Amop agradecem a generosidade de Itaipu, ao seu diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, e, extensivamente, a todos os colaboradores”, disse Menoncin.

Investimentos

A Itaipu Binacional investiu R$ 24 milhões na Fundação Itaiguapy para a criação de uma ala exclusiva de atendimento de covid-19, hoje com 25 leitos de UTI, dois leitos de semi-intensiva e 20 leitos de unidade de transição, além da aquisição de testes de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR), medicamentos e respiradores para atender a demanda da região.

O auxílio eventual da margem brasileira de Itaipu foi ampliado para R$ 5,5 milhões em 2020, permitindo o atendimento a entidades assistenciais, sem fins lucrativos, que sofreram impacto econômico causado pela pandemia de covid-19. O valor é mais de três vezes a mais que o previsto antes da crise sanitária. Os recursos já beneficiaram quase 30 mil pessoas (21.775 diretamente e 6.824 indiretamente), de todo o Oeste do Paraná.

Todas as ações seguem as diretrizes do governo federal para ajudar os públicos mais vulneráveis.

 

Foto: Divulgação/Amop

Likes:
0 0
Views:
56

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.