PUBLICIDADE

Doações de materiais da Itaipu ajudam instituições da região a manter atividades

Entre julho do ano passado e julho de 2021, foram doados pela binacional mais de R$ 1,5 milhão em bens móveis em bom estado.

 

Computadores, mesas de escritório, cadeiras giratórias, aparelhos de ar-condicionado, armários, gaveteiros, caminhonetes e até uma estufa para secagem de ração para peixes. Estes são alguns itens doados pela Itaipu Binacional a prefeituras, escolas, entidades assistenciais, órgãos governamentais, forças armadas, entre outras instituições da região, nos 55 municípios da área de influência da Itaipu.

Entre julho de 2020 e julho de 2021, as doações de bens móveis totalizaram um valor superior a R$ 1,5 milhão em materiais que não são mais usados pela empresa, mas que, por estarem em bom estado, ajudam as instituições a desenvolverem seus projetos. As alienações atendem aos objetivos estratégicos da Itaipu.

É o caso, por exemplo, de dois aparelhos de ar-condicionado de 60 mil btus doados à Associação Cristã de Deficientes Físicos (ACDD) de Foz do Iguaçu. “O conjunto será instalado no novo refeitório, proporcionará mais conforto e vai melhorar a qualidade de atendimento dos nossos 120 alunos com deficiência”, disse a relações públicas da ACDD, Gabriella Ott.

Também foram beneficiados os cursos Técnico em Aquicultura e Engenharia de Aquicultura, do Instituto Federal do Paraná (IFPR), que receberam um conjunto de equipamentos, composto por betoneira, estufa de secagem, extrusora e moinho – que será utilizado para produção de ração para peixes e outros organismos aquáticos

“Para a IFPR, a doação de equipamentos foi fundamental, porque nos possibilita abrir o leque de ações dentro do campus, com projetos de pesquisa e extensão, além de manter parcerias com instituições externas, como a própria Itaipu”, explicou o professor Arcangelo Augusto Signor. Segundo ele, entre os possíveis usos dos equipamentos será explicar como funciona a fabricação da ração e nutrição dos organismos aquáticos.

Pelo mesmo processo de alienações, foram doadas cerca de 5.000 telhas à Cáritas de Foz do Iguaçu, entidade vinculada à Igreja Católica. As telhas foram retiradas do prédio do Ecomuseu, que passa por reforma e modernização – como elas não se ajustariam aos novos telhados, ficaram disponíveis para doação. A entidade vai entregá-las a famílias em situação de vulnerabilidade social da região da Vila C, Porto Meira, Três Bandeiras, entre outros bairros de Foz do Iguaçu.

“Com certeza, elas permanecerão úteis por muitos anos”, disse o presidente da Cáritas Foz do Iguaçu, padre Sergio Bertotti, sobre a doação das telhas. “E, de alguma forma, continuarão a história da nossa região na casa de alguma família.”

Créditos: Kiko Sierich/Itaipu Binacional.

Facebook
Google+
Twitter