PUBLICIDADE

Empresa paranaense lança produto com tecnologia de transformação molecular para a lavoura

A novidade chega para corrigir e nutrir o solo de forma ágil para melhoria da produtividade, sendo um aliado importante para quem cultiva duas, três e até quatro safras ao ano.

O uso da tecnologia na agricultura brasileira tem favorecido de forma contínua a evolução no campo, fazendo com que a produção seja cada vez maior, mais rápida e com mais qualidade, atendendo a demanda mundial crescente por alimentos, de acordo com especialistas. Em 2021, o agronegócio cresceu 8,36% no país, representando 27,4% do PIB, segundo os dados divulgados pela Cepea-USP (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

Além da modernização e melhoria de máquinas, implementos e sementes, o agricultor passa a contar com fertilizantes e defensivos mais eficazes. A atratividade do segmento faz com que empresas invistam cada vez mais no agro, e nessa tecnologia de transformação molecular.

Para atender a necessidade da agricultura moderna, fazendo a correção e a nutrição rápida do solo, a paranaense Caltim Fertilizantes está lançando o MetaMOL, uma tecnologia inovadora de transformação molecular. Para o agricultor, esse produto à base de macro e micronutrientes torna os processos de correção do solo e reposição de nutrientes essenciais muito ágeis, podendo ser aplicado a lanço ou no sulco. Submetidos a alta temperatura e com adição de polímeros especiais, o MetaMOL garante alto grau de solubilidade e rápida disponibilização para as plantas de
diferentes culturas, contribuindo para melhor enraizamento, qualidade do cultivo, maior resistência das plantas em relação a pragas e, consequentemente, ganho na produção.

Esse tipo de tecnologia surgiu a partir da observação das dificuldades de agricultores e agrônomos em obter e manter um solo equilibrado na velocidade que a agricultura moderna exige. Ela oferece nutrientes essenciais para a agricultura, além de ser de fácil manejo e aplicação.

Nicolas Ito Trindade, diretor da Caltim Fertilizantes, comenta sobre a utilização da tecnologia de transformação molecular: “Representa uma grande transformação em benefício do campo, pois é essencial que o agricultor consiga produzir mais em uma mesma área. Essa tecnologia surgiu para potencializar a safra, evitando perdas de produtividade em áreas que recebem duas ou até três plantações no ano”, observa.

A transformação molecular traz soluções com composições especiais voltadas para todos os tipos de cultivos, que corrigem a acidez de forma rápida e nutrem o solo, fazendo com que as plantas possam absorver melhor os nutrientes e crescerem de forma saudável. Desta forma, contribui para o cenário atual da agricultura, que necessita de produtos que ajam de forma rápida para dar conta de produzir até 3 ou 4 safras de grãos ao ano.

Créditos: Evidência Comunicação.

Facebook
Google+
Twitter