Notícias Gerais

General assume área de obras e meio ambiente da Itaipu Binacional


O general Luiz Felipe Carbonell assinou, na manhã de segunda-feira (17), no Edifício de Produção de Itaipu, o termo de posse no cargo de diretor de Coordenação da binacional. Em seguida, ele participou da primeira Reunião de Diretoria Executiva, com diretores brasileiros e paraguaios.

A Diretoria de Coordenação é uma das mais importantes da empresa por ter entre suas atribuições garantir a segurança hídrica da usina.

Carbonell retorna à Itaipu após seis meses. Ele ocupou a chefia da Assessoria de Informações da própria Itaipu por quase dois anos e deixou o cargo no início deste ano, para assumir a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado do Paraná.

O convite para voltar à empresa partiu do diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, com quem tem uma relação profissional e de amizade de longa data. Também pesou na escolha do novo diretor o fato de Carbonell conhecer a empresa e a região com profundidade.

“O general Carbonell é um gestor com larga experiência, atuou em uma área estratégica da Itaipu, que é a Assessoria de Informações, e será um importante instrumento de mudanças”, afirmou Silva e Luna, “especialmente para a implementação das medidas de austeridade adotadas pela nossa gestão”.

A Diretoria de Coordenação também é responsável por alguns dos projetos considerados prioritários pela atual gestão da Itaipu, como a construção da nova ponte que vai ligar o Brasil e o Paraguai, entre os municípios de Foz do Iguaçu e Presidente Franco. A obra será paga com recursos da binacional.

Também fazem parte das atribuições da Coordenação implementar programas socioambientais na região Oeste do Paraná, como a conservação da qualidade da água do reservatório e o cuidado com a faixa de proteção, e a relação da empresa com 54 os municípios que estão na área de influência da usina.

“O desafio é muito grande porque a Diretoria de Coordenação é muito ampla em suas atividades e fundamental para a produção de energia, que é o foco de Itaipu”, afirmou o diretor, acrescentando que “Itaipu é uma empresa extremamente diferenciada em todas as suas atividades e relevante não apenas para o Paraná, mas para todo o Brasil e o Paraguai”.

Sobre as primeiras medidas à frente da diretoria, Carbonell disse que pretende antes conhecer a estrutura e os projetos em andamento. “Obviamente, a primeira preocupação é não atrapalhar, é fazer com que as coisas continuem funcionando adequadamente. Depois, aos poucos, fazer ajustes que são naturais, de acordo com as orientações do diretor-geral.”

O novo diretor de Coordenação assume o cargo no lugar do engenheiro Newton Kaminski, que é empregado de carreira e vai permanecer na empresa até os próximos meses, quando se aposenta.

Carreira

General de Divisão do Exército, Luiz Felipe Carbonell é natural de Porto Alegre (RS) e iniciou sua carreira militar em 1974, em Resende (RJ), na Academia Militar das Agulhas Negras.

Além da formação básica, ele acumula cursos de Comando e Estado Maior do Exército e de Política, Estratégia e Alta Administração. Tem ainda formação civil em Gestão de Processos na Escola Nacional de Administração Pública e MBA Executivo na Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Como militar, comandou o 14º Regimento de Cavalaria Mecanizada, em São Miguel do Oeste (SC), a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada em Dourados (MS), a 5ª Região Militar e a 5ª Divisão de Exército em Curitiba, Paraná.

Também foi Subchefe do Centro de Comunicação Social do Exército, Chefe de Gabinete do Estado-Maior do Exército e chefe da Seção de Comunicação Social da Brigada Haiti, na Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah).

Na Itaipu, Carbonell é o terceiro militar nomeado como diretor pelo presidente Jair Messias Bolsonaro e pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albulquerque. Também integram a diretoria o próprio general Silva e Luna e o vice-almirante Anatalício Risden Júnior, diretor financeiro-executivo.

O decreto de nomeação de Carbonell foi assinado pelo presidente Jair Messias Bolsonaro e pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e publicado no último dia 11 no Diário Oficial da União (DOU).

(Itaipu Binacional – Foto: A. Marchetti / Itaipu Binacional)