Hospital mantido por Itaipu poderá fazer em breve testes rápidos da covid-19

Expectativa é que credenciamento saia o mais cedo possível para ajudar Foz e outros oito municípios da região no enfrentamento da doença.

 

Já nos próximos dias, o Centro de Medicina Tropical (CMT) do Hospital Ministro  Costa  Cavalcanti,  mantido  pela  usina  de Itaipu, deverá estar habilitado  a  fazer  testes  rápidos  para  detectar o novo coronavírus. O serviço estará disponível para toda a área de abrangência da 9ª Regional de Saúde,  que  compreende uma população de aproximadamente 400 mil pessoas. O teste  rápido  (PCR Real Time) permite diagnosticar ou descartar a covid-19 em menos de 24 horas. Foz do Iguaçu tem cinco casos confirmados da doença e outros 104 suspeitos.

O  Centro  de  Medicina  Tropical  atende aos requisitos previstos em decreto   assinado   pelo  governador  Carlos  Massa  Ratinho  Júnior  para credenciamento  no Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública, o que permitirá  ter autorização para fazer os testes rápidos da covid-19. Toda a documentação  para  o credenciamento será enviada até esta sexta-feira, 27, ao Laboratório Central do Estado (Lacen).

A  expectativa  é  que  o credenciamento saia o mais rápido possível, para  o  hospital  ajudar  Foz  do  Iguaçu  e  outros  oito  municípios  no enfrentamento da doença. Os outros municípios são Itaipulândia, Medianeira, Matelândia,  Missal,  Ramilândia,  Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu.

“A  partir desse serviço, o Centro de Medicina Tropical poderá ajudar os  municípios na decisão de medidas com base num mapeamento epidemiológico real dos casos do novo coronavírus em Foz”, explica o responsável pelo CMT, Robson  Delai.  Ele  lembra  que  houve mudanças nos protocolos de saúde de classificação do novo coronavírus. Agora, apenas em casos de internamento o exame para a covid-19 será liberado pela Vigilância Sanitária.

Covid-19 e dengue

O  CMT  é a única planta da América Latina adaptada para fazer exames em  material  genético tanto de humanos como de animais, dentro do conceito de  saúde  única.  No  combate  à  dengue,  o  serviço  do  centro tem isso imprescindível.  Foz  do  Iguaçu tem cerca de 19 mil notificações e 3,7 mil casos confirmados da doença.

De  acordo  com  o diretor-superintendente do HMCC, Fernando Cossa, a habilitação  para  o  exame  rápido do coronavírus facilitará o controle da doença na região.

O  Hospital  Ministro  Costa Cavalcanti montou uma estrutura especial para  o  enfrentamento  do novo coronavírus e também de apoio à prevenção e combate  à  dengue.  O  HMCC  doou  máscaras cirúrgicas descartáveis para o Hospital Municipal e também vai fornecer monitores multiparamétricos. Esses aparelhos  médico-hospitalares  servem  para monitorar os sinais vitais dos pacientes.   Eles   possuem  alarmes  sonoros  e  visuais  que  alertam  os profissionais  para  qualquer  risco  relacionado  ao  estado  de  saúde do paciente.

Com uma nova ala exclusiva para casos do novo coronavírus, o hospital também  conta  com  estrutura  para internamento de pacientes com dengue. O HMCC   mantém   atendimento   médico   24  horas  e  realização  de  exames laboratoriais  para  esses  casos. A unidade funciona no Centro Clínico, na Avenida Parati, 737, na Vila A.

O  diretor-geral  brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, reforça  a  preocupação da usina e suas fundações com a saúde da população. “Nossa  missão,  como  muitos  já  sabem, vai além de gerar energia limpa e renovável e garantir o desenvolvimento do Brasil e Paraguai. Une fronteiras e trata do bem-estar da nossa gente.”

Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional.

Likes:
0 0
Views:
198
Article Categories:
Notícias & Releases

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.