PUBLICIDADE

Itaipu destina R$ 4 mi para ações ambientais em Foz do Iguaçu

Investimento abrange diversas ações na gestão de água e solo, biodiversidade, energias renováveis, coleta seletiva, entre outras áreas.

 

A Itaipu Binacional e o município de Foz do Iguaçu firmaram, na tarde desta sexta-feira (24), um convênio para a realização de ações ambientais no município, como parte do programa Gestão por Bacias Hidrográficas. A Itaipu investirá R$ 4 milhões e a contrapartida da prefeitura será de R$ 800 mil, com prazo de execução de dois anos.

A assinatura ocorreu no Centro Executivo da Itaipu, com as presenças dos diretores Anatalicio Risden Junior (Geral), David Krug (Técnico), Luiz Felipe Carbonell (Coordenação), Mariana Thiele (Jurídica) e André Pepitone (Financeiro); do deputado federal Fernando Giacobo; do prefeito de Foz, Chico Brasileiro; da vereadora Anice Gazzaoui; e do secretário Municipal de Desenvolvimento Comercial, Industrial e Agropecuário de Foz, Vilmar Andreola.

As ações previstas no convênio incluem melhorias em aproximadamente 10 quilômetros de estradas rurais (com pavimentação asfáltica); a aquisição de equipamentos para Unidades de Valorização de Recicláveis (uma empilhadeira, nove esteiras de elevação e uma prensa enfardadeira); um caminhão para coleta seletiva; e instalação de um sistema de geração de energia fotovoltaica de 375kWp (com previsão de economizar R$ 35 mil mensais na conta de energia do município).

Desde 2012, por três convênios anteriores com o município, a Itaipu já investiu R$ 4,5 milhões em ações de Gestão de Bacias Hidrográficas. Além disso, a prefeitura e a binacional já celebraram quatro convênios desde 2017, totalizando R$ 10,3 milhões de investimentos em pavimentação asfáltica em Foz do Iguaçu.

“É um convênio amplo, que engloba diversas áreas, como água, reciclagem, meio ambiente, geração de energia solar. Com certeza, representará uma melhoria da qualidade de vida das pessoas e da sociedade iguaçuense em geral”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro, que aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio dado pelo governo federal por meio da Itaipu, especialmente durante a pandemia de covid-19.

“Foz é uma cidade que vive do turismo. São mais de 30 mil leitos na rede hoteleira, que praticamente ficou fechada durante a pandemia. A Ponte da Amizade fechou por mais de sete meses, a Ponte da Fraternidade (fronteira com a Argentina) ficou um ano e oito meses fechada. Mas hoje a cidade está de pé, em grande parte devido ao apoio da Itaipu”, disse o prefeito.

O diretor-geral brasileiro, Anatalicio Risden, destacou que a empresa tem um papel a exercer na geração de energia limpa e renovável, mas que a missão vai muito além. “Tem também o papel de promover o desenvolvimento social, de forma sustentável. E isso se reflete em um trabalho conjunto de todas as diretorias para deixar um legado para as próximas gerações”, completou o diretor.

O deputado federal Fernando Giacobo destacou a parceria entre o governo federal, a Itaipu, e os governos estadual e municipal, que vem viabilizando a realização de diversas obras estruturantes na região. “Graças a Itaipu, Foz é provavelmente o município com maior número de obras no Paraná”, afirmou o parlamentar.

Créditos: Rafael Kondlatsch/Itaipu Binacional.

Facebook
Google+
Twitter