Notícias Gerais

Itaipu leva tecnologia e agroecologia ao Show Rural Coopavel


Empresa estreia novo estande, com espaço para palestras. Confira a programação de atividades e oficinas.


A Itaipu Binacional participa da 31ª edição do Show Rural Coopavel com um estande totalmente renovado e diversas oficinas e atrações abertas ao público. De 4 a 8 de fevereiro, as principais ações da usina e de seus parceiros na região Oeste do Paraná estarão expostas aos visitantes do evento, realizado em Cascavel (PR) e considerado um dos maiores do setor agropecuário de todo o Brasil.

O principal evento da programação do estande é o lançamento do livro infantil “O Mistério do Ribeirão Vermelho”, sobre conservação de solos e plantio direto, na sexta-feira (8), às 13h30. O evento deve contar com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, e do governador Carlos Massa Ratinho Jr.

O estande da Itaipu ocupará um espaço total de aproximadamente 700 m², que incluirá três estruturas principais em formato de domo, um pergolado, uma árvore digital com acesso gratuito a wi-fi e um jardim. Um pequeno café estará localizado em um dos domos, servindo como espaço de convivência e para pequenas reuniões.

Cada domo trará diferentes atrações para os visitantes, não somente sobre projetos da Itaipu, mas também sobre iniciativas do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Centro Internacional de Energias Renováveis–Biogás (CIBiogás) e Programa Oeste em Desenvolvimento (POD). Um deles será um auditório com espaço para 80 cadeiras, onde serão realizadas oficinas, reuniões e eventos.

A nova estrutura do estande da Itaipu, que, posteriormente, deve ser levada a outros eventos, é mais leve, espaçosa e resistente, além de ter uma montagem mais rápida e prática. A preocupação com a sustentabilidade, marca da empresa binacional, também se faz presente: neste ano, os materiais impressos foram trocados por painéis LED, com impacto ambiental reduzido.

Dia a dia

A programação de eventos no estande da Itaipu começa já na tarde de segunda-feira (4), com reuniões do Programa Cidades Sustentáveis, com representantes dos 54 municípios da região participantes, e do Projeto Encontros e Caminhos, para alinhamento da agenda anual.

Na terça-feira (5), às 9h, o público poderá participar da palestra “Valorização Agronômica e Energética de Resíduos Orgânicos”, com a professora Mônica Sarolli, coordenada pelo CIBiogás. Em seguida, serão realizadas três reuniões fechadas com parceiros do POD: do Conselho de Sanidade Agropecuária do Oeste, da Câmara Técnica do Frango e das secretarias de Agricultura dos municípios da Região Oeste do Paraná.

Na quarta-feira (6) à tarde, o público poderá participar de uma palestra sobre “O potencial da energia solar no agronegócio”, às 13h; e da oficina “Show de Plantas: Conhecendo as Plantas Medicinais” às 16h30.

O CIBiogás lança, na quinta-feira (7), às 9h, o livro “Energias Renováveis na Região Sul do Brasil”. Em seguida, oferece ao público três palestras, apresentando o projeto Microgrid (10h30), o projeto ERNEX (11h) e o projeto Toledo (11h30). À tarde, o tema é aquicultura: às 14h, Celso Buglione apresenta palestra sobre bioflocos e, às 15h30, Elias Nunes fala sobre Melhoramento Genético da Tilápia.

O lançamento do livro infantil “O Mistério do Ribeirão Vermelho”, sobre conservação de solos e plantio direto, às 13h30, é o principal evento da sexta-feira (8), e deve contar com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, e do governador Carlos Massa Ratinho Jr.

Antes, às 10h, uma oficina vai abordar o tema das plantas alimentícias não convencionais: “PANC! O que é isso? Dá para comer?”. Em seguida, às 11h, o público poderá conhecer mais informações sobre plantas medicinais, em palestra ministrada por técnicos da Itaipu. Às 13h, o estande se enche de música com a apresentação do projeto Viola Lindeira com Ricardo Denchuski.

Todas as atividades, exceto quando informado previamente, são gratuitas e abertas ao público em geral, com capacidade máxima para 80 pessoas.

Vitrine de Agroecologia

Paralelamente ao estande principal, a Itaipu, em parceria com 11 instituições de ensino e pesquisa em agropecuária e agrotecnologia, apresenta a Vitrine Tecnológica de Agroecologia “Vilson Nilson Redel”. O espaço de 2.600 m demonstra, na prática, os princípios e conceitos da Agroecologia às pessoas que visitam o Show Rural.

O foco da Vitrine Tecnológica de Agroecologia este ano está em tecnologias para a agroecologia. Serão demonstradas diversas técnicas, metodologias e equipamentos que potencializam o desenvolvimento da agricultura agroecológica.

Outras novidades incluem uma feira de produtos orgânicos, comercialização de livros sobre agroecologia e de sementes orgânicas, e demonstração de alternativas para produção de peixes em sistema orgânico.

Show Rural Digital

No Show Rural Digital, uma novidade do evento neste ano, o público vai poder conhecer projetos de tecnologia que trazem benefícios ao agronegócio. Entre esses projetos serão apresentados o Sistema de Monitoramento de Estações Meteorológicas (SMEC2), lançado na última semana em parceria com o PTI e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). O sistema reúne dados de 105 estações no Estado e pode auxiliar produtores rurais na tomada de decisão e assim obter melhores resultados.

Cinco empresas incubadas na Incubadora do PTI vão apresentar produtos no Show Rural Digital. A EVAH.io, por exemplo, desenvolve soluções para impulsionar vendas online que podem ser úteis ao agronegócio. A Embio mostra o fertilizante biológico, desenvolvido para aumentar a produtividade das lavouras e reequilibrar o solo.

Outra incubada que estará no evento é a AIS, que atua com ambientes virtuais e vai demonstrar a aplicação dessas tecnologias na agroindústria. A Brexbit, empresa que trabalha com criptomoedas, está desenvolvendo um projeto para substituição das guias de transporte animal para garantir a rastreabilidade dos animais. Já a STAC leva à feira sua solução desenvolvida para gestão e automação de aviários, que integra o avicultor e as cooperativas.

(Itaipu Binacional)