PUBLICIDADE

Prefeitura de Foz recebe repatriados na Ponte da Amizade

A operação montada para receber os brasileiros que estavam no Paraguai contou com apoio de Itaipu Binacional e Unila

 

Uma força tarefa foi montada na Ponte Internacional da Amizade, nesta quinta-feira (23), para receber brasileiros que estavam no Paraguai há mais de 30 dias. O primeiro grupo, com cerca de 60 pessoas, chegou por volta das 15h30 e passou por avaliações médicas e exames. Grande parte deste grupo é formada por estudantes de medicina de diferentes estados brasileiros. Ainda hoje serão recepcionadas 180 pessoas, a maioria vindas de Asunción.

O trabalho é coordenado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu com apoio da Itaipu Binacional e Universidade Federal da Integração Latino Americana (Unila), sob a coordenação de médicos do Hospital Municipal Padre Germano Lauck. A expectativa é que até amanhã, 300 brasileiros cheguem à Foz do Iguaçu.

O protocolo inclui a testagem para Covid-19 de todos que ingressarem em território brasileiro. A aferição da temperatura e os testes são feitos por acadêmicos da Unila, sob a coordenação de médicos do Hospital Municipal.

Os brasileiros que não apresentarem sintomas e tiverem condições de seguir viagem às cidades de origem, serão liberados. Os demais poderão aguardar em hotéis que disponibilizaram leitos ao município.

“Adotamos todas as medidas necessárias para preservar a saúde dessas pessoas e também proteger os moradores. Além dos exames, eles foram orientados a não ter contato com pessoas da cidade”, explicou o prefeito Chico Brasileiro, que acompanhou a chegada do primeiro grupo.
A Itaipu disponibilizou cinco ônibus para o transporte dos passageiros até os hotéis. “Reorganizamos o itinerário dos nossos ônibus e conseguimos realocar cinco veículos para fazer o deslocamento desses brasileiros que estão chegando do Paraguai”, explicou Jorge Aureo, assessor especial do general Joaquim Silva e Luna, diretor-geral brasileiro de Itaipu. A Prefeitura também disponibilizou um sexto ônibus para o transporte dos passageiros.

Também participaram da força tarefa alunos da Unioeste, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Defesa Civil de Foz do Iguaçu e Secretaria Municipal de Assistência Social.

Facebook
Google+
Twitter