Notícias Gerais

Queda no preço da cebola e da batata contribuem para redução de 1,61% no IPC-Foz


O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Foz) dos produtos da cesta básica apresentou queda pelo segundo mês consecutivo. De acordo com o levantamento do Centro de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (Cepecon) da UNILA, o índice apresentou redução de 1,61% no mês de agosto, com relação ao mês de julho. Os produtos que mais apresentaram queda nos preços foram os tubérculos, as raízes e os legumes. A maior negativa foi observada nos preços da cebola (-38,5%), da batata (-19,3%) e do tomate (-18,4%). A cenoura foi o único produto dessa categoria que apresentou aumento, que chegou a 16,2% nos supermercados de Foz do Iguaçu.

Entre as frutas, a banana-nanica reduziu cerca de 19% devido à qualidade insatisfatória do fruto no período. “Além disso, com a safra se intensificando na região, as cotações tendem a diminuir ainda mais nos próximos meses, em destaque para o final de setembro e início de outubro”, aponta o boletim do Cepecon. Também foi registrada redução nos preços da maça e da melancia, com -17,4% e -15,4%, respectivamente.

No setor de carnes, as maiores variações negativas foram observadas no contrafilé (-7,7%), no patinho (-6,6%) e na costela (-5,3%). Já o preço do músculo teve aumento de 6,61% e o da paleta bovina, 5,3%. O preço do frango inteiro reduziu 6,7% e o frango em pedaços aumentou 7,6%. O boletim também mostra redução de 11,1% no preço dos ovos.

A pesquisa

Desenvolvido por estudantes e docentes da UNILA, o IPC-Foz é um projeto de extensão que calcula, mensalmente, o índice do custo de vida em Foz do Iguaçu. O cálculo é realizado a partir do levantamento de preços de 94 produtos que compõem a cesta básica, em 12 supermercados de vários bairros da cidade, usando a mesma metodologia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do IBGE. O boletim, na íntegra, pode ser acessado em http://www.cepecon.com/.