Notícias Gerais

Teatro Guaíra apresenta espetáculo “O Segundo Sopro” na Praça da Paz


Nesta sexta-feira (02) às 20 horas, a Praça da Paz será palco de uma celebração. O Balé Teatro Guaíra completa 50 anos e viaja pelo estado com o espetáculo “O Segundo Sopro”. Foz do Iguaçu encerra o roteiro que incluiu as cidades de Ponta Grossa, Guarapuava, Campo Mourão, Maringá, Cascavel e Paranaguá. Todas as entradas são francas.

“Ter nossa cidade incluída no roteiro de apresentações do BTG é uma satisfação, e quem recebe esse presente é a nossa comunidade”, disse o diretor presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues.

A ideia central da companhia é trazer o espetáculo ao maior número de pessoas, em locais abertos ao público, como uma maneira de celebrar e expandir a divulgação da dança. “Prestar homenagem  ao BTG é antes de mais nada seguir cumprindo seu papel genuíno. Desenvolver e difundir a arte da dança e assim contribuir para o fortalecimento do cenário cultural do país ainda é nossa missão”, comentou a diretora do BTG, Cíntia Napoli no material de divulgação  do espetáculo.

A obra criada especialmente para a companhia traz a assinatura da coreógrafa paulista Roseli Rodrigues, falecida em 2010. O Segundo Sopro, um dos espetáculos mais conhecidos do repertório do BTG, conta com uma trajetória de enorme sucesso, capaz de emocionar o público onde quer que seja apresentado.

Une os sentidos espirituais de elementos da natureza, como o vento, a água e as pedras, numa simbologia da própria existência. É composta por nove cenas: Aurora, O Segundo Sopro, Corpus, A Partilha, Tetraktys, Uno, O Retorno, Aurora II e Harmonia.

Os 23 bailarinos dançam, literalmente, sob uma cortina de chuva artificial, num palco coberto por um espelho d’água, que se constituiu, ao longo das apresentações, um dos momentos de maior impacto do balé. Simbolicamente, O Segundo Sopro é a representação da água, o oposto e o complemento do ar. “Ambos são a própria representação da existência. É, sem dúvida, um importante marco na história do Balé Teatro Guaíra”, disse Cintia.

Oficinas

Oficinas técnicas e artísticas gratuitas para a população serão ofertadas pelos profissionais do Guaíra. A oficina técnica de som e iluminação terá carga horárias de 30 horas e 30 vagas, e acontece no SINECOFI – Sindicato dos Empregados no Comércio de Foz do Iguaçu, R. Tiradentes, 353, Centro, dias 30 e 31 de julho, das 8h às 18h. A parte prática, acontece na Praça da Paz, dia 31 de julho, 1 e 2 de agosto.

A oficina de balé, de 30 de julho a 1 de agosto, serão 20 vagas e os/as inscritos/as devem ter conhecimento intermediário de balé. A prática acontece na Escola de Dança Júlia Cornetta (Rua Castelo Branco, 288, Vila Maracanã – Country Clube), das  18h às 21h.

Ao final dos cursos os alunos receberão certificado de participação do Centro Cultural Teatro Guaíra. As inscrições devem ser feitas diretamente na Fundação Cultural ou AQUI.

(AMN – Foto: Maringas Maciel/CCTG)