PUBLICIDADE

Banco do Empreendedor oferece linha de crédito para o setor de turismo

Financiamentos vão de R$ 20 mil até R$ 2 milhões para micro, pequenas e médias empresas de Foz do Iguaçu

Os empresários do turismo, setor mais afetado pela pandemia em Foz do Iguaçu, tem a disposição uma nova linha de financiamento. O Banco do Empreendedor iniciou, nesta terça, 15, a oferta do Fomento Turismo, crédito em parceria com a Fomento Paraná. Os recursos são do Ministério do Turismo através do Fundo Geral do Turismo (FUNGETUR).

Os créditos ofertados variam de R$ 20 mil até R$ 2 milhões. As empresas precisam estar inseridas no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo. Os valores serão disponibilizados para micro, pequenas e médias empresas locais. A linha não está disponível para Microempreendedores Individuais (MEI’s).

“Essa é mais uma grande conquista para o setor, que tanto sofreu e ainda sente os reflexos da pandemia. O município tem buscado alternativas, como o projeto Foz Conhecendo Foz, para estimular essa retomada e acelerar a economia local. Todas as ações que visam fortalecer o pequeno e médio empresário terão o nosso apoio”, comentou o prefeito Chico Brasileiro.
As linhas da Fomento Turismo estão divididas em três opções: Projetos de Investimentos, Bens e Capital de Giro. A linha de repasse para investimentos é destinada a financiar a implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos turísticos, além de capital de giro associado, no limite de R$ 2 milhões. O prazo máximo do financiamento é de 120 meses com carência de até 24 meses.
O crédito para aquisição de bens (Máquinas, equipamentos, veículos, móveis, utensílios e outros bens destinados a empreendimentos turísticos, além do capital de giro associado) no limite de até R$ 2 milhões, tem prazo máximo de 60 meses com carência de até 12 meses.
O Fomento Turismo Giro é uma linha de crédito destinada a financiar capital de giro para empreendimentos turísticos de microempresas e empresas de pequeno porte. As empresas devem ter, no mínimo, 24 meses de faturamento contábil.  O limite é de R$ 500 mil por projeto. O prazo máximo é de 48 meses com carência de até 12 meses.
A taxa de juros é de 0,57% ao mês para as três modalidades da Fomento Turismo.
Mais informações sobre documentação necessária e garantias do crédito podem ser obtidas através do números: 99976-0072 ou e-mail: bancodoempreendedor@pmfi.pr.gov.br
Documentação Básica para Protocolo de Propostas:
RG e CPF dos sócios e dos respectivos cônjuges, caso sejam casados;
Declaração do Imposto de Renda com recibo de entrega dos sócios;
Documentação de Constituição da Empresa, conforme o caso:
Contrato Social (e alterações);
Requerimento de Empresário;
Estatuto Social;
Facebook
Google+
Twitter