PUBLICIDADE

Obras financiadas pela Itaipu estão no pacote de R$ 2,5 bilhões em infraestrutura para o Paraná

Parceria com a margem esquerda (brasileira) da binacional vai contribuir com logística na região Oeste do estado.

 

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou, nesta terça-feira (29), mais de R$ 2,5 bilhões em investimentos em infraestrutura. O pacote inclui duas obras financiadas pela Itaipu Binacional: a pavimentação de 26,23 km de estrada entre Ramilândia e Santa Helena, com investimento de R$ 20,4 milhões; e a restauração da ponte Ayrton Senna, em Guaíra, incluindo nova iluminação e pavimentação de concreto da rodovia de acesso, um investimento de R$ 18,2 milhões.

As duas iniciativas fazem parte de um conjunto de obras financiadas pela margem brasileira de empresa e executadas pelo governo do Paraná, somando R$ 1,4 bilhão em investimentos.

O governo federal também faz parte da parceria, que inclui ainda a Ponte da Integração Brasil – Paraguai, a perimetral leste de Foz do Iguaçu, a duplicação da BR-277 e do Contorno Oeste de Cascavel, a nova iluminação rodoviária da BR-277 nos municípios de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu, a pavimentação da Estrada Boiadeira entre Umuarama e Icaraíma e, futuramente, a implantação de um contorno em Guaíra.

O anúncio foi realizado durante um evento no Palácio Iguaçu, que contou com a participação do diretor administrativo da Itaipu, almirante Paulo Roberto da Silva Xavier, representando o diretor-geral brasileiro da binacional, almirante Anatalicio Risden Junior; do almirante Luiz Carlos Faria Vieira, assessor especial do diretor-geral brasileiro, e Daltron Villas Boas, da Diretoria de Coordenação.

“Desde o início do governo tiramos do papel as principais obras pendentes, como a Ponte da Integração, a Boiadeira, a Rodovia dos Minérios e a revitalização da PR-323, e nos organizamos para deixar um banco de projetos muito robusto para os próximos dez anos. E agora já podemos tirar alguns do papel”, afirmou o governador.

“Investir em infraestrutura é garantir que a rica produção das regiões cheguem com rapidez ao Porto de Paranaguá, e com um custo menor em logística. Cada anúncio de obras significa honrar um compromisso com a população e com umas principais regiões produtivas do Brasil”, disse o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

Diversificação

O evento incluiu não só assinaturas de ordens de serviço para revitalização de diversas rodovias no estado, mas também anunciou o cronograma da modernização e ampliação do Corredor de Exportação, no Porto de Paranaguá, e celebrou a entrega do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) do projeto da Nova Ferroeste. A estrada de ferro com 1.304 quilômetros vai ligar Maracaju (MS) ao Porto de Paranaguá.

Em outra vertente, foi anunciada a liberação de R$ 200 milhões, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística, para execução de obras urbanas em 104 municípios do Estado, como pavimentações, ciclovias, terceiras faixas, duplicação, recapeamento de asfalto, entre outros.

Com informações da Agência Estadual de Notícias do Paraná.

Créditos: Itaipu Binacional.
Foto: José Fernando Ogura/AEN.

Facebook
Google+
Twitter