PUBLICIDADE

III Workshop Geração Distribuída será promovido no dia 21 de outubro

Evento contará com a presença de empresas referência no setor para compartilhar e discutir soluções tecnológicas.

O III Workshop Geração Distribuída – Da Geração Distribuída à Micro Grids: Soluções, Desafios e Inovação – já tem data marcada. O evento, que reúne profissionais e representantes do setor elétrico, indústrias e empresas de tecnologia, será realizado de forma 100% online no dia 21 de outubro das 09h30 às 12h.
A edição é uma iniciativa do Parque Tecnológico de Itaipu – Brasil (PTI-BR) com a Fluas Energia e conta com o apoio das principais empresas ligadas ao setor da geração distribuída e energias renováveis.
As inscrições para o evento, que terá como temática: “O avanço da GD e micro-redes num cenário tecnológico, técnico e regulatório totalmente novos (o que mudou desde o I WSGD)”, podem ser realizadas pelo site: www.workshopgd.com.br.
De acordo com o diretor de Negócios e Inovação do PTI-BR, Rodrigo Régis, o workshop é o momento para que empresas, investidores e interessados no tema possam conhecer as novas tendências do setor, tecnologias e lançamentos. “O objetivo do Workshop Geração Distribuída está alinhado aos propósitos do PTI-BR na busca soluções de sustentáveis, eficientes e com menor impacto ambiental para o uso da energia, além de abordar estratégias de mercado e informações que promovam a expansão e impulsionem o desenvolvimento dessa área no Brasil”, destaca.
Conforme o diretor da Fluas Energia, Angelo Souza, a primeira edição do WSGD ocorreu em 2015, quando foram abordados aspectos técnicos como a conexão da GD aos sistemas de distribuição. O segundo evento, em 2017, abordou aspectos mais regulatórios e de negócio naquele momento. A terceira edição ocorrerá em três datas distintas e totalmente on-line, abordando os temas técnico, regulatório e tecnológico com uma visão de negócios e oportunidades de inovação. “Uma excelente oportunidade para debater e consolidar conhecimentos, bem como promover a troca de experiências com alguns especialistas e empreendedores do setor”, destaca.
Além do dia 21 de outubro, outros dois encontros estão previstos para ocorrerem nos meses de novembro e dezembro de 2021.

Afinal, o que é a Geração Distribuída?

A Geração Distribuída, conhecida também como GD, é caracterizada por um modelo de produção de energia próxima à carga, ou ponto de consumo. Os tipos mais conhecidos são provenientes da energia fotovoltaica e eólica.
Com a GD empresas, produtores rurais e consumidores em geral podem implementar pequenas centrais geradoras e produzir a energia necessária para o próprio consumo e disponibilizar o excedente na rede da distribuidora, transformando em créditos a serem utilizados em outra ocasião.
A geração distribuída contribui para a diminuição de custos, descentralização da produção de energia, além de torná-la mais eficiente.
“A importância da Geração Distribuída é demonstrada no atual cenário de risco energético, devido à ausência de chuvas e o rebaixamento excessivo das barragens hidrelétricas no Brasil, base fundamental da matriz nacional. Assim, todo o tipo de produção de energia alternativa é importante para garantir o suprimento de cargas locais. Este é o momento da GD”, complementa o diretor da Fluas Energia, Angelo Souza.

Créditos: PTI-BR

Facebook
Google+
Twitter