PUBLICIDADE

Primeiros formandos do Capacita Foz recebem certificados

Profissionais tiveram formação para trabalhar nas áreas de turismo e hotelaria, por meio de um convênio entre Itaipu e Polo Iguassu.

 

A entrega simbólica dos certificados de conclusão a sete formandos marcou o fim das atividades de nove turmas do Capacita Foz. Eles representaram os 641 profissionais formados pelo projeto, que é fruto de um convênio entre Itaipu Binacional e Polo Iguassu. A cerimônia aconteceu na manhã dessa quarta-feira (8), no Centro Executivo da Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR).

As outras 15 turmas, totalizando 2.250 alunos, continuam em andamento e encerrarão suas atividades até o final do ano. O objetivo principal da capacitação é contribuir com os trabalhadores do turismo, comércio e serviços afetados pela crise da covid-19. A proposta surgiu após o sucesso do projeto Capacita Guias, realizado em 2020, como parte do plano de retomada econômica de Foz do Iguaçu.

A Itaipu investiu R$ 4,7 milhões no projeto. Além das aulas, os participantes recebem uma bolsa de R$ 550 durante os três meses de capacitação. “É importante deixar claro que a Itaipu não patrocina. Ela investe. E o investimento em nossa gente é um dos mais importantes, pois as pessoas crescem e retribuem esse investimento, não só para suas famílias, mas para a sociedade em geral”, disse o general. “Quando se investe nas pessoas, o fator multiplicador é infinito.”

A diretora executiva do Polo Iguassu, Fernanda Fedrigo, falou sobre a demanda do mercado por bons profissionais, e sobre como a qualificação poderá ajudar muitas pessoas que estavam em busca de uma oportunidade. “Tivemos o apoio de muitas instituições e entidades para construir esse novo olhar sobre Foz do Iguaçu, com mais esperança e mais profissionalismo”, disse ela.

Participaram da cerimônia o secretário municipal de Turismo e Projetos Estratégicos do Foz do Iguaçu, Paulo Angeli; o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Yuri Benites; o técnico de Relações com o Mercado do Senac, Joimar Paiva Espíndola; a gerente da unidade Sest/Senat de Foz do Iguaçu, Vanderleia Oietrovski Rolon Cáceres; e a responsável pela parceria no Centro Universitário Uniamérica, Diane da Silva Rosa.

Sonhar alto

A história de vida de cada um dos alunos que receberam os certificados hoje converge em 2020, quando a pandemia da covid-19 interrompeu as atividades em Foz do Iguaçu – e em todo o planeta. Longe de ficar parados, eles buscaram capacitação para permanecer no mercado, de forma cada vez mais profissionalizada.

Thamara Susan da Cruz, de 34 anos, é profissional de turismo há dez anos e atua como guia há seis. Durante a pandemia, a iguaçuense fez geleias e conservas caseiras para vender e também um delivery de porções. Formanda do curso de Guia de Turismo, ela representou os demais alunos do Capacita Foz.

“Após esse período tão difícil, nós, que tivemos essa oportunidade, poderemos retornar, ainda mais capacitados para atender nossos turistas. Agradecemos a todos que trabalharam para que isso fosse possível”, disse ela.

Formada em Pedagogia e pós-graduada em Psicopedagogia, Zenilda de Oliveira Ribeiro, 40 anos, não hesitou em assumir o volante e trabalhar com Turismo quando viu a renda da família cair. Nascida em Iretama (PR), ela veio para Foz do Iguaçu em 1997, “com um bebê no colo e R$ 50 no bolso”, e logo se apaixonou pela cidade – que conheceu ainda mais após o curso de guia.

“Tenho paixão em levar o nome da cidade para os turistas e mostrar o que temos com os olhos de quem se apaixonou por Foz”, disse ela. “O que me deixa mais feliz é quando pego um grupo de turistas e eles elogiam o atendimento no hotel, nos lugares… Isso mostra que não estou sozinha, que em Foz do Iguaçu existem muitas pessoas dispostas a atender bem e tratar os turistas da melhor forma possível”, disse ela.

Próximas etapas

Os cursos ofertados foram: Técnicas para Camareira de Meios de Hospedagem, Qualidade no Atendimento ao Cliente, Técnicas em Recepção de Meios de Hospedagem, Comunicação Assertiva aplicada a Vendas, Organização e Planejamento do Receptivo Turístico, Gestão de Pequenos Negócios em Comércio e Serviços, Gestão de Pessoas em Serviços de Alimentos e Bebidas, Motoristas de Aplicativo, Taxistas, Guias de Turismo, Eventos e Produtor Cultural.

Ainda está prevista uma segunda fase do Capacita Foz, com a criação de uma plataforma integrada de capacitações, divulgação e oferta de serviços desses profissionais. Numa terceira etapa, a vitrine on-line servirá como um canal de contato entre empresas e profissionais autônomos.

Créditos: Sara Cheida/Itaipu Binacional.

Facebook
Google+
Twitter