PUBLICIDADE

UNILA oferece infraestrutura física para ações de enfrentamento à Covid-19

A UNILA está utilizando dois fatores importantes nas ações de enfrentamento à Covid-19: o conhecimento e experiência de seu corpo docente e técnico e parte da infraestrutura física da Universidade. “Estamos disponibilizando infraestrutura e toda a nossa expertise de ensino, pesquisa e extensão na busca de uma solução a esse problema. O melhor que a gente pode fazer é isso, contribuir com a sociedade de Foz do Iguaçu”, ressalta o vice-reitor Luis Evélio Garcia Acevedo.

Em relação à infraestrutura, quatro veículos oficiais e uma ambulância já estão cedidos à Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu, e os bonecos usados nas aulas de Medicina auxiliaram na capacitação para atendimento emergencial no Hospital Municipal e no Hospital Costa Cavalcanti.

Além disso, um grupo de trabalho, formado por servidores da UNILA, está avaliando as possibilidades de uso da infraestrutura física da Universidade para a crise sanitária e os mecanismos necessários para sua efetivação.

Uma das sugestões é ceder, para uso das autoridades da saúde, o prédio do alojamento, no campus Integração (Avenida Tancredo Neves), cuja construção foi recentemente finalizada. O local poderia ser utilizado como posto de drive thru para vacinação de idosos e/ou teste rápido da Covid-19. Outra sugestão é usar o prédio, que tem 288 leitos disponíveis, como uma unidade para atendimento de casos de menor gravidade, com infraestrutura hospitalar básica ou, ainda, para a montagem de um hospital de campanha. Essa ação, no entanto, demandaria uma parceria com o Exército, que tem equipamentos e pessoal com treinamento adequado.

Outra possibilidade seria usar o prédio como um local de descanso temporário para os profissionais da saúde que estejam em maior contato com as vítimas da doença e que optem por não retornar para suas residências, prevenindo de potencial infecção pessoas da família.

Segundo o secretário de Implantação do Campus, Aref Kzam, que também é o coordenador do grupo de trabalho, o uso da infraestrutura física da UNILA está sendo constantemente avaliado e vai depender das necessidades do município no enfrentamento à Covid-19. A Prefeitura de Foz do Iguaçu recebeu as sugestões da UNILA para o uso do prédio.

O vice-reitor reforça que a UNILA pode atuar em várias áreas, incluindo as preocupações com a crise econômica resultante da crise sanitária, mas que este é o momento de as ações estarem direcionadas à saúde. “Neste momento, entendemos que todos devem focar em atacar os problemas imediatos da Covid-19, isto é, a saúde e o bem-estar das pessoas. Depois, virão momentos para outras estratégias que se preocupem com a economia e a volta à normalidade”, destaca.

Além da oferta da sua infraestrutura física, a UNILA já entregou à Prefeitura os primeiros frascos de álcool glicerinado 80%, está realizando testes para a Covid-19 em parceria com o Hospital Municipal e desenvolvendo a automação de respiradores manuais para situações de emergência, entre outras ações de enfrentamento à Covid-19.

Facebook
Google+
Twitter