PUBLICIDADE

Colaboradores do PTI participam do primeiro “Café com os Diretores”

Ação de aproximação com a diretoria acontece, a partir de agora, todos os meses

 

Colaboradores de diferentes áreas e projetos do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) tiveram uma conversa mais próxima com os diretores da instituição na manhã desta sexta-feira, 13. Foi a primeira edição do “Café com os Diretores”, ação ligada ao novo planejamento estratégico do PTI e que, a partir de agora, acontece mensalmente.

O encontro com os diretores é uma oportunidade para os colaboradores falarem um pouco de suas atividades, tirar dúvidas e fazer sugestões à gestão do Parque Tecnológico. Todos os colaboradores podem inscrever-se e propor sugestões de temas para debater enquanto tomam um cafezinho com a diretoria.

O diretor superintendente do Parque Tecnológico, General Eduardo Garrido, explicou que 2019 foi um ano de estruturação do novo planejamento estratégico da instituição. Este ano, segundo ele, a intenção é que haja essa maior aproximação com os colaboradores. “Essa ação permite termos contato direto, em que o colaborador pode nos repassar diretamente seus principais anseios sobre o que acontece aqui no Parque”, comentou.

A avaliação do primeiro encontro foi positiva para o diretor superintendente. “Pude entender algumas das preocupações e verificar que há algumas coisas que não chegam até nós diretamente, e serão abordadas com os responsáveis pelas áreas ou projetos”, afirmou.

Josué de Souza Silva, da área de Infraestrutura, Segurança e Serviços, disse que esse contato demonstrou a flexibilidade da diretoria. “Mostrou que somos uma equipe e que temos que ir avante, todos unidos”.

Já Diego Estevão Pereira da Marra, do Complexo Turístico Itaipu, tinha a visão de uma diretoria mais isolada dos colaboradores. O café permitiu, de acordo com ele, uma conexão maior com os diretores, “de uma forma mais simples”.

A única representante mulher do primeiro encontro, Sandra Jacqueline Batista de Melo Silva, da área de Contabilidade e Patrimônio, convocou as demais colaboradoras a participar das próximas ações. Ela propôs o desafio: “vamos ser um número maior do que o número de meninos que teve esta vez. Fazer uma competição positiva, que vai agregar”. Outras colaboradoras estavam inscritas para esta edição do Café, mas entraram em período de férias.

Facebook
Google+
Twitter